Plínio Carlos Alvalá – Doutor, INPE, 1995

plinioPossui graduação com Bacharelado em Física pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1985), mestrado em Geofísica Espacial pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (1990) e doutorado em Geofísica Espacial pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (1995). Durante o mestrado desenvolveu pesquisa relacionada a propagação de ondas de VLF na região Antártica, participando da primeira expedição de inverno na Estação Antártica Comte. Ferraz. No doutorado teve como tema o estudo da emissão de metano na região do Pantanal Sul Mato-grossense. Atualmente é pesquisador titular do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, desenvolvendo pesquisas envolvendo gases do efeito estufa, química atmosférica, ciclos biogeoquímicos, em especial do metano, óxido nitroso e do carbono. Também desenvolve projetos relacionados com a queima de biomassa e poluição urbana, a produção de ozônio e seus precursores. Realiza pesquisa utilizando várias plataformas, com equipamentos embarcados em aeronave, balões e estações fixas. É o responsável pelo Laboratório de Ozônio onde também são desenvolvidas pesquisas sobre radiação UV e camada de ozônio.

Lattes