Antonio Donato Nobre, Ph.D., Univ. of. New Hampshire, 1994

OLYMPUS DIGITAL CAMERABolsista Produtividade CNPq. Tem relevante atuação na divulgação e popularização da ciência, em temas como a Bomba Biótica de Umidade e sua importância para a valorização das grandes florestas, e os Rios Aéreos de Vapor, que transferem umidade da Amazônia para as regiões produtivas do Brasil. Atua também na agenda de inovação científica e tecnológica, com a liderança no desenvolvimento do novo modelo HAND de terrenos, aplicado na predição de áreas de risco para inundações e deslizamentos de terra. Foi relator nos estudos sobre o Código Florestal promovidos pela SBPC e Academia Brasileira de Ciências. Possui graduação em Agronomia pela Universidade de São Paulo (1982), mestrado em Biologia Tropical (Ecologia) pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (1989) e PhD em Earth System Sciences (Biogeochemistry) pela University of New Hampshire (1994). Atualmente é pesquisador titular do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e pesquisador visitante no Centro de Ciência do Sistema Terrestre, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, onde lidera o grupo de modelagem de terrenos. Tem experiência na área de Ecologia e Geociências, com ênfase em Biogeoquímica, atuando principalmente nos seguintes temas: evolução da vida na terra, ecologia de florestas, ciclo do carbono, efeito estufa, relações biosfera-atmosfera, hidrologia, clima e mudanças globais, sensoriamento remoto, modelagem matemática da paisagem e ordenamento territorial empregando modelos digitais de terrenos. Foi membro do Comite Cientifico Superior do Global Carbon Project (IGBP_GCP) e do comitê do Global Canopy Program (GCP_WFO); ainda atua no Experimento de Larga Escala da Biosfera-Atmosfera na Amazônia (LBA), além de participar no Terrestrial Carbon Observations Panel (GTOS-TCO). Atua em variados tópicos na agenda de desenvolvimento sustentável para a Amazônia e tem destacada atuação na popularização da ciência.

Lattes